INTERCAMBIO

Visto F1 – Visto Americano de Estudante

Tudo o que você precisa saber sobre o Visto de Estudante F1 e de acompanhante F2

Está pensando em estudar nos Estados Unidos? Para ir para os Estados Unidos, será necessário possuir um visto americano. Caso for a passeio, o indicado é o visto B1/B2. Caso prefira estudar, fazer um curso que tem mais do que 18 horas semanais de aula, então o visto é da categoria F1. Todo o processo deverá ser feito em seu país. O seu Visto de Estudante será colado em seu passaporte. Para os acompanhantes do estudante, o Visto será o F2, explicamos vários detalhes sobre ele também. Caso queira saber todo o processo, desde o passaporte até a imigração nos aeroportos americanos, clique aqui.

Seguem abaixo instruções das etapas necessárias sobre como emitir o Visto F1 e F2 de uma forma simples e rápida. Você precisará dele caso seja aprovado em uma das universidades ou escolas do país. Ele também será necessário caso você precise acompanhar o estudante que foi aprovado. Veja como é simples!

Passo a passo para o Visto de Estudante F1/F2

Passo 1: Ser aprovado

Primeiramente você deve ser aprovado em uma das instituições e universidades nos Estados Unidos. É a partir da aprovação que será possível dar início à emissão do Visto F1. A aprovação deverá acontecer em qualquer instituição de ensino, seja ela curso técnico, escolas, mestrado, doutorado, curso de línguas, entre outros. Desde que essa instituição possa fornecer o I-20. Não são todas que emitem esse documento. Veja quais Escolas na Flórida que emitem o I-20.

Passo 2: Formulário I-20

Formulário I-20 - Visto de Estudante F1 e F2

Depois de ser aprovado, a instituição tem o dever de enviar um formulário que comprove que o estudante é qualificado para a emissão do Visto F1. Ele se chama “I-20”. Nele, serão solicitadas informações pessoais. Elas são: nome, instituição de ensino ligada ao visto, curso, custos dos estudos e o país. Este formulário pode ter custo, dependendo da instituição. Neste documento há um código de barras do lado direito, no canto superior, que tem o número do SEVIS, guarde-o porque vai precisar dele depois. Ele é assim:

A escola pode não arcar com o custo de envio,  pois apenas algumas instituições oferecem a gratuidade. Caso contrário, você terá que arcar. Após o envio do formulário I-20, a escola, daí em diante, se comprometerá a enviar informações para o governo sobre o aluno frequentemente. Isso faz com que o governo do país mantenha segurança e controle do estudante. Guarde o formulário I-20, pois você precisará do código de barras do lado direito, que fornece o The Student and Exchange Visitor Information System (SEVIS). Ele será necessário para preencher os próximos formulários.

Passo 3: Formulário DS-160

Visto de Estudante F1/F2 - DS-160 O formulário DS-160 deve ser emitido no neste site https://ceac.state.gov/genniv/. Ele é o oficial documento do Consulado Americano quando for necessária a emissão do visto americano. O Consulado orienta as pessoas a preencherem o formulário com atenção, pois o visto poderá ser negado caso apresente informações incorretas.

Preencha o formulário DS-160, todos que tiram visto (de todas as categorias) precisam preencher esse formulário. A diferença do visto de estudante é que você terá que preencher alguns campos específicos como o seu número do SEVIS e informações sobre a escola e comprovante de renda.

Os idosos e crianças que são isentos da entrevista, também devem preencher o formulário DS-160.  Depois de preenchido, pague a taxa de US$160 dólares, que convertido em reais, gira em torno de R$600,00 a R$700,00. Após o preenchimento do formulário e o pagamento da taxa, é necessário que você guarde uma cópia da confirmação do pagamento, caso precise comprovar. É importante também você imprimir a página de confirmação do formulário.

Clique aqui e veja o Passo a passo de como preencher o Formulário DS-160 para emitir o Visto Americano.

Passo 4: Formulário I-901

Formulário I-901 - Visto de Estudante

Entre aqui para preencher o formulário l-901 e pague a taxa SEVIS, no valor de US$200 dólares, que convertido em reais, fica em torno de R$800,00 (o valor pode variar de acordo com a cotação do dólar).

Faça isso pelo menos 3 dias antes da data da sua entrevista (prazo mínimo), e não esqueça de imprimir a cópia do seu recibo para levar ao CASV e ao Consulado.

Passo 5: Agende o local

Acesse o site do CASV e agende dois horários: um para ir primeiro no CASV tirar foto e registrar suas digitais, e outra data para sua entrevista no consulado americano. É nesta etapa que você escolhe a opção de entrega do visto: pelo correio ou retirada no CASV. Imprima uma cópia do agendamento.

Passo 6: Compareça às entrevistas

Para garantir a continuidade do visto, você deverá comparecer ao CASV na data e horário marcados. Leve o passaporte (se tiver visto antigo em outro passaporte, leve-o também), o I-20, o DS-160 (obrigatório para todos os vistos), o recibo de pagamento da taxa do SEVIS (l-901) e uma cópia do agendamento.

Da mesma forma você deveria prosseguir na segunda entrevista, no Consulado Americano. Porém, deverá comprovar também os vínculos possuídos no Brasil e, principalmente, deixar clara a sua intenção de voltar para o Brasil, assim que não seja mais legal a estadia no país. Além de comprovação financeira de que terá condições de se manter todo o período em que for ficar nos EUA. Em caso de apresentar extrato de contas de terceiros, ele vai precisar fazer uma carta dizendo que se responsabiliza financeiramente por vocêO extrato precisa atual. É importante lembrar que você deve guardar todos os comprovantes de renda que foram gerados durante sua estadia nos EUA.

Conheça algumas Dicas para passar na Entrevista do Visto Americano no Consulado

Para fazer o cálculo de quanto você irá gastar para a comprovação financeira, você pode olhar pelo custo de vida do lugar que você escolheu. Você pode saber quanto vai gastar com moradia, alimentação, transporte e muito mais. Veja o Custo de Vida nas seguintes cidades e estados: Nova York, New Jersey, Florida, Massachusetts, San Diego CA, Los Angeles CA, San Francisco CAChicago, IL.

Passo 7: Agora é só esperar pelo visto americano!

Depois de todas as etapas realizadas, formulários preenchidos, comparecimentos às entrevistas, o seu visto estará perto de chegar! Se você optou por recebê-lo pelo correio, saiba que ele chegará em até 10 dias úteis. Se optou pela retirada no CASV, você receberá um e-mail sendo informado da chegada do seu documento. Normalmente, a opção para a retirada do CASV é um pouco mais rápida que pelos correios. Confira todos os seus dados e certifique-se de que esteja estampada a categoria F1 em seu visto. Seus acompanhantes/dependentes poderão tirar o Visto F2.

Com o visto em mãos, você poderá agendar sua viagem e conhecer outro país sem preocupação com a sua legalidade temporária no país, claro, se ele estiver dentro da validade estabelecida.  Quando comparecer ao aeroporto, é importante levar seu passaporte, formulário do visto I-20, SEVIS, comprovante de renda e a localização que você estará nos Estados Unidos. Chegando nos EUA, terá uma confirmação da sua entrevista. Saiba mais sobre ela: Imigração nos Aeroportos Americanos.

Visto F2 – Acompanhante de estudante

O Visto F2 sempre vem acompanhado do visto de estudante F-1. O Visto F2 é para aqueles que acompanham quem vai estudar nos Estados Unidos. Ele serve para esposa(o) e filhos do estudante, esses então são seus dependentes e elegíveis para o Visto F2.  Para outros tipos de parentesco ele não serve, apenas para cônjuge e filhos.

O Visto F2 depende totalmente do Visto F-1. O tempo de permanência dele no país, vai depender o tempo do F1. Ou seja, enquanto o visto F-1 for válido, o F2 também estará válido. Caso o estudante F-1 perca o status do visto, então o F2 também perderá.

O que é permitido fazer com o Visto F2

O Visto F2, ao contrário do que o que as pessoas pensam, não permite trabalhar. Ele é apenas para acompanhar o estudante que é portador do Visto F1. Nenhum tipo de trabalho é permitido com esse tipo de visto. O portador do  Visto F2 não pode estudar tanto quanto o F1, entretanto, pode fazer algumas aulas desde que a carga horária seja inferior a 18 horas.

O foco do Visto F2 não pode ser os estudos, e sim, acompanhar o estudante. A não ser as crianças que irão fazer elementary ou secondary school, terão cursos em forma integral.

Como tirar o Visto F2

O processo para tirar esse visto é o mesmo para tirar o Visto F1. A diferença entre eles é que o estudante F1 paga a taxa SEVIS e o acompanhante não. A SEVIS vinculada ao visto do acompanhante é a mesma do estudante.

É necessário que o estudante e o acompanhante façam a entrevista juntos. Deverão ter em mãos os documentos que comprovam que são parentes, filhos ou cônjuges. A certidão de casamento pode provar que são casados. Mas outros documentos para provar que o casamento é verdadeiro também é indicado levar. Isso porque muita gente se casa somente para facilitar se mudar para os Estados Unidos. Ou seja, leve a certidão mas também pense em outras coisas que pode complementar isso (não é obrigatório, mas pode quebrar um galho caso precise).

Como os acompanhantes portadores do Visto F2 não podem trabalhar,  assim como o próprio estudante (somente se for no campus onde se estuda) o estudante que tiver a intenção de levar acompanhantes consigo, deve provar pra imigração que tem condições financeiras (extrato bancário com a quantia) de sustentar todo mundo quando estiver estudando.

O valor que se deve ter no banco deve ser sugerido pela escola. Tudo pode afetar esse valor. Como custo de vida na cidade escolhida, escola escolhida, curso, quantidade de dependentes, tempo de permanência… Será preciso confirmar com a escola antes de providenciar os papéis.

Todos precisam entrar juntos nos EUA?

Não há a necessidade de entrarem todos juntos. O estudante pode ir na frente e os dependentes irem depois. Só é recomendável que o acompanhante tenha uma cópia do I-20 e da carta de aceitação da escola do estudante. Também não há a necessidade de saírem juntos do país, o portador do visto F2 pode entrar e sair do país quando quiser, desde que o visto esteja válido, o F1 e o F2.

Troca de visto

Caso mude de ideia, e também queira estudar nos Estados Unidos, poderá trocar o visto de acompanhante por um visto de estudante. Esse processo se parece com o de trocar o visto de turista para estudante, para saber mais é só clicar aqui. Mas esse processo é caro, demorado, e é preciso esperar a aprovação antes de começar a estudar.

Também é possível trocar o visto de acompanhante por um visto de trabalho, se não tiver desrespeitado o período de permanência no país e nem trabalhado ilegalmente. Mas nesse caso, a empresa que irá patrocinar seu visto e ela deverá ficar responsável pelos papéis.

Veja Também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar