IMIGRAÇÃO

Dicas para passar na Entrevista do Visto Americano

Quando você dá entrada no processo para tirar o Visto Americano, deve ter em mente que uma das etapas é uma entrevista no consulado. Saiba todas as etapas para ir para os Estados Unidos clicando aqui. Essas dicas para passar na entrevista estão voltadas para o visto de turista, o mais comum. Caso seja um outro tipo de visto, como o visto de trabalho (H1BH2B) , visto de estudante (F-1), então a entrevista pode ser um pouco mais demorada, com algumas perguntas a mais. Então, tudo depende do tipo de visto que você pretende tirar.

Após ter preenchido o DS-160 para solicitar o Visto Americano, será necessário passar por essa entrevista no Consulado. Essa entrevista assombra a maioria dos solicitantes de visto, já que é ali onde o visto é negado ou aprovado. O que muitas pessoas não sabem, é que alguns erros muito simples podem ocasionar a negação do visto e eles podem ser evitados facilmente com a informação correta. Saiba aqui dicas para passar na Entrevista do Visto Americano no Consulado.

Como agir e como não agir na entrevista do Consulado

A primeira dica é: fique calmo! Não há nada para temer, absolutamente nada. Nessa entrevista, o agente consular que vai te entrevistar, sabe exatamente tudo o que você vai dizer. Sabe a DS-160? Ele tem a sua no computador, e já sabe todas as informações que você colocou lá, sabe onde você pretende ir, sabe a sua renda mensal, sabe quantos dias você quer ficar, sabe qual tipo de visto você está solicitando… Ele sabe de tudo. Então porque você está ali? Para que ele possa olhar para você enquanto faz as perguntas, e, algumas vezes, pedir documentos que comprovem as informações que você colocou ali. Como uma certidão de casamento para provar que é mesmo casado, ou então um extrato bancário para provar aquela quantia, ou uma escritura para provar que tem algum vínculo.

Tenha vínculos com seu país de origem

Aliás, os vínculos são muito importantes! Tudo o que o agente consular quer saber, é se você vai voltar para o seu país de origem. Eles não querem que o visitante vá para os EUA, goste do lugar e decida ficar e morar ilegalmente. Eles querem ter certeza de que você voltará pra casa, por algum motivo. E esse motivo precisa ser claro. Você precisa de um motivo para voltar a seu país. Seja uma faculdade em andamento, que você precisa terminar. Seja uma casa própria ou um carro que você não pode deixar “a Deus dará”. Quanto mais vínculos você tiver com o Brasil, melhor para você. Mais chances você tem de ter o seu visto aprovado.

Mostre ao cônsul que você não está indo para os Estados Unidos para ficar morando e trabalhando ilegalmente, e sim passeado, estudando ou trabalhando legalmente de acordo com o seu visto. Eles só querem confiar em você, que você não venha a desobedecer a lei, que volte para o seu país antes do seu visto vencer. E querem saber também se você tem condições de viajar.

Sempre seja honesto, tanto na DS-160 quanto na entrevista. Mostre claramente as suas intenções e sempre obedeça a lei. Se você disser que irá trabalhar com o visto de turismo, por exemplo, terá o seu visto negado. Sempre esteja dentro da lei que nada dará errado. Essa entrevista, como dito acima, pode ser mais longa de acordo com o tipo de visto a ser solicitado. Depois de ter preenchido a sua DS-160 e marcado a sua entrevista, vá ao Consulado.

Documentação

  • Tenha em mãos a página de confirmação impressa de todos os formulários de visto que você preencheu na internet, isso também inclui o agendamento da entrevista;
  • Leve também seu passaporte original, seus documentos de identidade pessoais (sua identidade, carteira de motorista, cpf, certidão de nascimento… por precaução leve tudo!);
  • Leve seu ultimo imposto de renda, o extrato bancário dos últimos 3 meses, seu contracheque ou holerite também dos últimos 3 meses;
  • Caso tenha dito que faz faculdade, leve uma declaração da faculdade. Caso seja outros cursos, leve matrícula, declaração, tudo o que der.; e
  • Certidão de casamento caso você seja casado.

Horários

Chegue uns 15 minutos antes da entrevista. Nem muito cedo, nem muito tarde. Estando lá com mais tempo, te dá a oportunidade de se familiarizar com o local, se tranquilizar, não ficar suado e nem nervoso. Isso também evita que você se perca no meio das perguntas. E isso é muito importante! Manter a tranquilidade na hora de responder as perguntas que te farão. Não fique nervoso, ou apreensivo. O importante é você ficar calmo, tranquilo e pleno! Eles têm câmeras por todos os lados, e se estiver inquieto quando te observarem, já marcarão um ponto negativo.

Evite ficar muito nervoso, olhar para os lados frequentemente, roer as unhas, qualquer coisa que demonstre nervosismo, provavelmente notarão e acharão que você tem algo a temer ou a esconder. Coloque na cabeça que você sabe exatamente o que está fazendo, que não está fazendo nada de errado e se sair dali com o visto negado, não vai ter problema, porque você é paciente e tentará outra vez. Demonstre calma!

Primeira fila – segurança

Antes de realmente entrar no Consulado, você irá passar por uma fila. No Consulado não entra nenhum aparelho eletrônico, nada que contenha metal (como cinta, câmera fotográfica, não pode levar celular, desligado ou não). Então deixe em casa ou deixe na entrada, já que irão pegar mesmo depois do detector de metais e você precisa retirar tudo que tem nos bolsos para mostrar a um segurança. Deixe tudo o que seja de metal e que você não vá precisar em casa.

Segunda fila – encaminhamento ao Consul

Depois da fila do segurança, você será direcionado a uma segunda fila, onde vão te encaminhar para o Consul que vai lhe atender.

Dica: Deixe os documentos a mãos, entre uma fila e outra, vão te pedir documentos como passaporte, então agilize.

Terceira fila – a entrevista

A terceira fila é a menor, onde as pessoas vão indo ser atendidas. Nessa fila você conseguirá ouvir as entrevistas das outras pessoas. E essa parte é terrível! Porque nem todos são aprovados e isso gera um pouco de receio. Alguns ficam ainda mais nervosos quando escutam algum visto sendo negado, mas seja esperto! Use isso ao seu favor, escute e fique atento no que os entrevistadores encontram de errado e repare em como as pessoas que tem seus vistos aprovados agem.

Possíveis perguntas

Há entrevistas que tem mais perguntas, outras menos. Tudo vai depender do cônsul e da sua sorte. As possíveis perguntas, aquelas mais comuns, são:

  • O que você vai fazer nos Estados Unidos?
  • Você tem algum parente que mora nos Estados Unidos?
  • Onde você trabalha? Há quanto tempo você está no seu emprego?
  • Qual é o seu salário?
  • Quanto tempo você pretende ficar nos Estados Unidos?
  • Você tem bens no Brasil?*

*Os entrevistadores só querem ter certeza de que você vai para os Estados Unidos e vai voltar para o Brasil.

Dica: Não fale NADA além do que te perguntarem. Não fique explicando muito, apenas responda o que lhe perguntarem.

Aparência

A sua aparência não pode ser exagerada demais e nem relaxada demais. Vista-se como você iria a uma entrevista de emprego, por exemplo. Não precisa de terno e gravata (ao menos que você vá trabalhar depois), mas também não precisa ir desleixado, de qualquer jeito. Educadamente normal. Mostre ser uma pessoa de renda boa, estável, de cores amenas. Seja casual.

Fique atento!

Só mostre o documento caso você seja solicitado pela pessoa que está te entrevistando. Exemplo: se a pessoa perguntar quanto você ganha, diga a ela quanto você ganha. Só mostre seus extratos e holerites se ela pedir!

Não entre em contradição

Tudo o que você disser, ele já sabe. Todas as informações vão estar na cara do entrevistador, isso porque você já respondeu no formulário DS-160 e ele tem esse formulário ali no computador! Não responda nada que não esteja no formulário ou ele desconfiará de você, diga tudo exatamente como você colocou na DS-160. Quando te pedirem algum documento para comprovar aquelas informações (isso se pedirem) dê o documento. Não minta e não entre em contradição. Se eles perceberem que tem alguma coisa errada, que você entrou em contradição com alguma informação, ou que você está mentindo, com certeza vai colaborar para que o seu visto não seja aprovado. Apenas seja coerente.

O que não fazer na Entrevista do Visto de Estudante

Essas dicas são muito importantes e muitas das vezes, pode passar despercebido.

Não gaguejar!

Pode parecer óbvio, mas durante o nervosismo, todo mundo acaba gaguejando. A Entrevista do Visto é como se fosse uma entrevista de emprego, o agente consular está avaliando o solicitante de visto. As pessoas normalmente ficam tão nervosas que acabam gaguejando em até respostar simples! Se você já é uma pessoa propensa a gaguejar durante uma resposta importante, fique mais atento ainda. Quando o agente fizer uma pergunta para você, respire fundo antes de responder. Pense na resposta, formule a frase em sua cabeça. Se possível, tenha todas as respostas já formuladas para as possíveis perguntas.

Dizer que pretende ficar mais tempo que o solicitado

Nunca diga que pretende ficar mais tempo do que o que você colocou na DS-160!! Por exemplo, uma pessoa coloca na DS-160 que o seu programa de estudos é de 3 meses. Aí o oficial consular com aquela pegadinha diz: então você decidiu ficar 6 meses estudando em Massachusetts? E a pessoa sem prestar atenção, concorda. Mas na DS-160 está apenas 3 meses, ali na tela, na vista do cônsul. Isso mostra inconsistência e divergência! Resulta em visto negado. Nunca diga que ficará mais tempo do que colocou na DS-160. Sempre diga tudo exatamente como foi preenchido na DS-160, porque a entrevista, nada mais é, que uma confirmação da DS-160.

Não mencione a palavra “trabalho”

Jamais diga que você vai trabalhar enquanto estiver estudando! O agente consular pode perguntar se você irá trabalhar enquanto estiver estudando. Não caia nessa! Estudante estuda, não trabalha. Nunca diga que pretende trabalhar enquanto estudar. Não mencione a palavra trabalho! Até você explicar que tipo de trabalho é, independente, ele já te negou o visto. Então não diga.

Tenha o nome da escola em mente!

Não esqueça o nome da escola que pretende estudar. Caso o agente diga o nome de outra escola, tenha o nome da sua pretendida na cabeça! Diga sempre exatamente o que você colocou na DS-160, isso inclui o nome da escola. Pesquise tudo sobre ela, deixe tudo fresco na cabeça para não cair em nenhuma enrascada na hora da Entrevista do Visto de Estudante. Muitas pessoas tiram o visto de estudante e solicitam qualquer escola, porque a intenção é ir para os EUA não importa de que jeito e com qual motivo aparente. Memorize o nome da escola, quanto tempo pretende estudar, sempre vá preparado. Se o agente consular fizer alguma pergunta sobre a escola, saiba responder essa pergunta como um estudante dedicado normal. Pelo menos as informações básicas.

Mencionar o Sponsor e não ter documentos dele

Dizer que você tem um Sponsor, colocar o nome desse Sponsor na DS-160 e na hora da sua Entrevista do Visto de Estudante não ter nenhum documento dessa pessoa. Isso é totalmente inadmissível! Se mencionar um Sponsor, leve todos os documentos financeiros dele! Imposto de renda, extratos bancários… O cônsul pode até não pedir esses documentos, aí tudo bem, mas se ele pedir você tem que tê-los em mãos. Ele pode te negar justamente por falta de documentos que comprove que você tem um Sponsor.

Respostas muito curtas

Evite responder as perguntas do agente consular com respostas curtas e clichês. Não responda simplesmente “sim”. Se ele te perguntar porque você vai estudar inglês, não responda “porque vai ser bom para a minha carreira”. Você deve dar respostas consistentes! Não quer dizer que você irá falar uma bíblia, e sim que você deve dar respostas objetivas, porém completas! Que demonstre segurança para o oficial consular. Ele tem que entender exatamente o objetivo de você estar buscando esse visto de estudante para os Estador Unidos. É muito importante você se posicionar dessa forma! Mostre clareza, objetividade, naturalidade e principalmente foco! O seu objetivo tem que ficar muito claro durante a sua Entrevista do Visto de Estudante.

A sua estadia

Se você for ficar na casa de algum amigo, é necessário colocar isso na sua DS-160. Se você colocar que irá ficar em um Hotel na DS-160, então na entrevista, diga que ficará em um Hotel. Se for ficar na casa de um amigo, coloque na DS-160! De preferência, tenha uma carta convite e coloque o endereço do seu amigo na DS-160.

Entretanto, não é muito aconselhável dizer que irá ficar na casa de um amigo. Caso tenha dúvidas sobre a sua estadia, coloque que irá ficar em um Hotel e permaneça nessa linha de raciocínio inclusive na entrevista. Mantenha tudo claro!

Não minta!

Nunca minta a sua profissão. Muitas pessoas, as vezes aquelas com baixa renda, pode mentir a profissão para parecer mais estável na hora de solicitar o visto. Não faça isso! O agente consular pode te pedir a carteira de trabalho, holerites, contra-cheques para confirmar o que você diz, e essa mentira pode te custar o visto (um visto que poderia ter sido aprovado). Sempre diga a verdade!

Não diga que pretende utilizar recursos públicos

Não diga que pretende estudar em alguma escola pública, nada que venha gratuitamente do governo. Esses benefícios são gerados com os impostos pagos pelos americanos ou residentes. Portanto, não diga que pretende fazer cursos em escolas gratuitas ou qualquer outra coisa pública, que venha do governo ou do estado ou da cidade. Cuidado com as palavras!

Falar que pretende continuar com os estudos após o período solicitado

Mesmo que você pretenda fazer uma faculdade após terminar o curso que solicitou naquele visto de estudante, não fale. A sua comprovação financeira é somente para aquele curso que se está solicitando na hora da entrevista. Caso forneça a informação ao agente consular que pretende cursar uma faculdade após terminar aquele período, ele pode entender que você pretende ficar mais que o permitido e além disso, pode te pedir comprovação financeira para que concretize esses planos. Deixe seus planos na sua cabeça, somente para você. Tenha em mente que na hora da Entrevista do Visto de Estudante, é para aquele objetivo colocado ali somente. O que vem depois, se preocupe depois.

Essas dicas são simples, parecem óbvias mas muitas vezes as pessoas esquecem!! É tanta coisa na cabeça, tanta preocupação com documentos, planos, financeiro que acabam esquecendo de coisas simples, do que não deve mencionar na hora da Entrevista do Visto de Estudante. Portanto, mantenham essas dicas importantes em mente.

Por fim…

Há pessoas com inúmeros vínculos, como uma empresa e vários funcionários para dar conta que teve o visto negado. Assim como há pessoas sem vínculos nenhum, nem emprego e nem renda, que teve o visto aprovado. Tudo irá depender do cônsul que irá te entrevistar e também vai depender da sua sorte. Fique tranquilo, o que for para ser será. Siga essas dicas que dificilmente seu visto será negado. No fim da entrevista, você saberá.

Depois dessas fases eles vão te dizer se seu visto foi aprovado ou não. Caso seja, eles te desejarão boa viagem! Seu passaporte ficará retido e você receberá ele com seu visto depois. Caso não seja aprovado, tente uma próxima vez. Mas, lembre-se: terá que pagar a taxa da DS-160 novamente, ela não é reembolsável. Quando você viajar, terá outra entrevista assim que chegar no aeroporto americano. Saiba mais sobre ela aqui.

Veja Também:

Mostrar mais

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar